Um Imperativo de Comunicação

wook 26.5 € Comprar

Uma releitura da filosofia do direito de Kant a partir da «terceira Crítica» Imposição do direito e entusiasmo pela Revolução de 1789: é o paradoxo que anima a filosofia do direito de Emmanuel Kant, saído dos textos da terceira Crítica. O imperativo de comunicação, que sustenta esta problemática, surgiu da constatação da destabilização da humanidade que surge com o período do Terror. A questão é então a do progresso, e Kant tem a coragem de anunciar profeticamente que este sinal de história é revelador...

Saiba mais

Descrição

Uma releitura da filosofia do direito de Kant a partir da «terceira Crítica» Imposição do direito e entusiasmo pela Revolução de 1789: é o paradoxo que anima a filosofia do direito de Emmanuel Kant, saído dos textos da terceira Crítica. O imperativo de comunicação, que sustenta esta problemática, surgiu da constatação da destabilização da humanidade que surge com o período do Terror. A questão é então a do progresso, e Kant tem a coragem de anunciar profeticamente que este sinal de história é revelador de um progresso irreversível para a história da Humanidade. Por muito agudos que posam ser, no futuro, os conflitos e as guerras, jamais poderão colocar em questão, segundo Kant, esta certeza de que a voz do direito saberá sempre se fazer escutar. A filosofia kantiana do direito, portadora de um desafio de comunicação, não pode evitar o confronto com uma renovação na filosofia da linguagem dado que a sua «júri-dição» corre sempre o risco de se tornar «júri-ficção».

Detalhes

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar no site consente a utilização dos cookies. Saber mais