Como Exilados de um Céu Distante

wook 10.4 € Comprar

O propósito de estabelecer uma relação entre Antero de Quental e Giacomo Leopardi despertou o fascínio de leitores e críticos já desde o século XIX, e foi sem dúvida alvo de grande interesse para vários críticos, como Unamuno, Cannizzaro eTabucchi. Através deste estudo, propõe-se uma análise mais extensa dessa relação, mantendo o foco nos testamentos poéticos dos dois escritores: os Sonetos Completos e os Canti. Ao longo da sua obra, Leopardi não faz senão afirmar o primado absoluto da poesia,...

Saiba mais

Descrição

O propósito de estabelecer uma relação entre Antero de Quental e Giacomo Leopardi despertou o fascínio de leitores e críticos já desde o século XIX, e foi sem dúvida alvo de grande interesse para vários críticos, como Unamuno, Cannizzaro eTabucchi. Através deste estudo, propõe-se uma análise mais extensa dessa relação, mantendo o foco nos testamentos poéticos dos dois escritores: os Sonetos Completos e os Canti. Ao longo da sua obra, Leopardi não faz senão afirmar o primado absoluto da poesia, e é a partir da poesia que se estabelecem as convergências com a literatura e com o pensamento de Antero de Quental - que foi leitor e admirador da obra leopardiana - já na maneira de entender o poético, a sua significação social e assuas condições de existência. A reflexão teórica introduz a análise da produção poética, onde se constrói um diálogo entre pensiero poetante e poesia pensante - utilizando uma feliz formulação de Antonio Prete - que percorre os Canti e os Sonetos Completos, e que também contribui para valorizar o modo de conceber a colecção poética: o livro entendido como autobiografia, memórias de uma consciência ou romance ideológico, mas ainda produto de uma actualidade poética. Leopardi e Antero são, ao mesmo tempo, poetas subjectivos e poetas da história, mas a sua faceta pessimista nunca coincide com a vertente melancólica de certa literatura do século XIX. Ao contrário, a reflexão que se desenrola à volta da identidade sujeito-natureza-história, central nos dois percursos poéticos e especulativos, vai parar na elaboração de um sistema que inclui a formulação de um pessimismo, no fim de contas, suigeneris, e que coincide com a conversão da poesia para a filosofia.

Detalhes

  • ISBN:

    9789898980052

  • Edição:

    10-2019

  • Páginas:

    196

  • Idioma:

    Português

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar no site consente a utilização dos cookies. Saber mais